Formação inicial e continuada do docente no contexto da Educação do Campo a partir do protagonismo dos movimentos sociais do campo

  • Ester Fernandes Ribeiro
  • Maria Aparecida Campos Diniz de Castro
Palavras-chave: Formação Inicial, Movimentos Sociais do Campo, Educação do Campo

Resumo

Este artigo é parte adaptada da pesquisa em construção para a dissertação de Mestrado em Desenvolvimento Humano: Formação, Políticas e Práticas Sociais, realizado na Universidade de Taubaté, na linha de pesquisa que se dedica aos estudos sobre a formação e suas relações com o conceito de identidade. A presente investigação trata-se, pois, de uma pesquisa bibliográfica, cujo propósito primordial é apresentar uma articulação entre as bases conceituais e epistemológicas que dão visibilidade à importante e atual temática da formação profissional de professores, especialmente os programas de formação inicial ofertados pelo Programa de Apoio à Formação Superior em Licenciatura em Educação do Campo – PROCAMPO, no Estado do Pará. Aborda o tema a partir de um modesto recorte sobre as diferentes experiências desenvolvidas pelos movimentos sociais do campo que foram se constituindo em um movimento pedagógico de Educação do Campo no Brasil, e que, dessa forma, contribuíram com princípios político-metodológicos, tanto para o debate nacional sobre a educação nos espaços rurais, quanto para a elaboração de políticas públicas de formação de professores do campo para atuarem nos anos finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio.
Publicado
2014-02-04