Demografia e criminalidade: um estudo baseado em métodos quantitativos aplicados a “crimes de rua”

  • Carlos Roberto Souza Carmo
Palavras-chave: Métodos quantitativos aplicados, Criminalidade, Demografia

Resumo

Ao problematizar um possível relacionamento entre certa categoria de crimes de natureza violenta com variáveis demográficas da população de Uberlândia-MG, essa pesquisa teve por objetivo geral analisar como fatores relativos ao gênero e à idade da população daquela cidade poderiam caracterizar como possíveis determinantes das ocorrências relacionadas aos roubos consumados a transeuntes, ocorridos no ano de 2010. A partir da análise de regressão linear múltipla, pelo método stepwise, foi identificado que três faixas etárias e o gênero masculino caracterizaram-se como possíveis determinantes dos “crimes de rua” analisados nesse estudo. Além de comparar os resultados desse estudo com os resultados de estudos realizados em dois outros países da América Latina, entre outros achados, pôde-se inferir que a modelagem analítica identificada nessa pesquisa poderia ser utilizada como uma função preditiva daqueles crimes, se admitida uma margem de erro de 8,70%, para um intervalo de confiança de 95%.
Publicado
2014-02-04