GORDOFOBIA NO ESPAÇO ESCOLAR

UMA ANÁLISE HISTÓRICO-CULTURAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.32813/2179-1120.2021.v14.n1.a701

Palavras-chave:

Contexto Escolar. Gordofobia. Teoria Histórico-Cultural.

Resumo

Analisando as percepções corporais ao longo do tempo, nota-se que estas sofreram diversas transformações durante o desenvolvimento da humanidade. À vista disto, este estudo tem o objetivo de descrever a trajetória histórica da percepção corporal até o surgimento do preconceito denominado gordofobia que atinge pessoas consideradas acima do peso, especificamente no contexto escolar. A pesquisa de cunho qualitativo se discorre a partir da revisão bibliográfica, tendo como eixo norteador a Teoria Histórico-Cultural que entende o homem em sua totalidade, inclusive, suas relações sociais. Considerou-se que a gordofobia é apreendida como signos, dando sentidos e significados negativos a pessoa gorda, ocorrendo em várias esferas sociais, profissional, econômico, inclusive o escolar, afetando principalmente o sexo feminino e o desenvolvimento das funções psíquicas dos alunos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Josiane Peres Gonçalves, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

Doutora com Pós-Doutorado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Professora Permanente do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Campus do Pantanal (CPAN/UFMS) e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação (FAED/UFMS). Líder do Grupo de Estudo e Pesquisa em Desenvolvimento, Gênero e Educação (GEPDGE)

Referências

ARAÚJO, Lidiane Silva et. al. Discriminação baseada no peso: representações sociais de internautas sobre a gordofobia. Psicol. estud. Paraná, v. 23, p. 1-17, 2018.

BARBOSA, Maria Valéria; MILLER, Stela; MELO, Suely Amaral. Teoria histórico-cultural: questões fundamentais para a educação escolar. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2016.

BRASIL, Lei nº 10. 048, de 8 de novembro de 2000. Dá prioridade de atendimento às pessoas que especifica, e dá outras providências. Brasília, 2000.

BRASIL, Lei nº 13.185, de 6 de novembro de 2015. Institui o Programa de Combate à Intimidação Sistemática (Bullying). Brasília, 2015.

BRASIL, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional de Saúde Escolar: 2015. Rio de Janeiro, Brasil. p. 71, 2015.

CALDAS, Roseli Fernandes Lins; SOUZA, Marilene Proença Rebello. Recuperação escolar: uma análise crítica a partir da Psicologia Escolar. Revista Quadrimestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional. São Paulo, v. 18, n. 1, p. 17-25, 2014.

CARVALHO, Alexandra. Bittencourt. Representações e identidades de mulheres gordas em práticas midiáticas digitais: tensões entre vozes de resistência e vozes hegemônicas. 2018. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal de Viçosa. Viçosa, 2018.

COSMO, Norma Celiane; URT, Sônia da Cunha. As contribuições da psicologia da educação para a escola: um estudo da produção científica da ANPED e da ABRAPEE. InterMeio. Campo Grande, v. 15, n. 30, p. 183-201, jul/dez, 2009.

ELHAMMOUMI, Mohamed. O paradigma de pesquisa histórico-cultural de Vygotsky: a luta por uma nova psicologia. In: BARBOSA, Maria Valéria; MILLER, Stela; MELO Suely Amaral. (Orgs). Teoria histórico-cultural: questões fundamentais para a educação escolar. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2016.

FREITAS, Maria Tereza de Assunção. A pesquisa na perspectiva sócio-histórica: um diálogo entre paradigmas. 26ª Reunião Anual da Anped, 2003, Poços de Caldas. 26ª Reunião Anual da Anped. Novo Governo. Novas Políticas?: CD-ROM, v. 1. p. 1-14, 2003.

LEONTIEV, Alexis Nikolaevich. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: Horizonte, 1978.

LOBMAN, Carrie. Três Dialéticas e Ambientes Sociais Terapêuticos de Aprendizagem. In: BARBOSA, Maria Valéria; MILLER, Stela; MELO Suely Amaral. (Orgs.). Teoria histórico-cultural: questões fundamentais para a educação escolar. S. A. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2016.

MARTINS, Lígia Maria. A internalização de signos como intermediação entre a psicologia histórico cultural e a pedagogia histórico-crítica. In BARBOSA, Maria Valéria; MILLER, Stela; MELO Suely Amaral. (Orgs.). Teoria histórico-cultural: questões fundamentais para a educação escolar. S. A. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2016.

MELO, Francisco Vicente Sales; FARIAS, Salomão Alencar de; KOVACS, Michelle Helena. Estereotipo e Estigmas de obesos em propagandas com apelos de humor. Organização e Sociedade. Salvador, v. 24, n. 81, p. 305- 324, abr./jun. 2017.

NÚÑEZ, Isauro Beltran. Vygotsky, Leontiev e Galperin: formação de conceitos e princípios didáticos. Brasília: Liber Livro, 2009.

PEREIRA, Bruna Barbosa; OLIVEIRA, Pedro Pinto de. Gordofobia, mocinha só magrinha: valores do corpo feminino nas telenovelas. INTERCON- Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação. São Paulo, 2016. Disponível em: portalintercom.org.br/anais/nacional2016/resumos/R11-1719-1.pdf. Acesso em: 24 jun. 2017.

PIATTI, Célia Beatriz; URT, Sônia da Cunha. As narrativas na pesquisa em educação: questões que suscitam. Revista Contrapontos. Itajaí, v. 14, n. 3, p. 464-478, out. 2014. Disponível em: https://siaiap32.univali.br/seer/index.php/rc/article/view/4762/3673. Acesso em: 04 abr. 2019.

RANGEL, Natália. Fonseca. Abreu. O ativismo gordo em campo: política, identidade e construção de significados. 2018. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis. 2018.

REBOLO, Flavinês; BUENO, Belmira Oliveira O bem-estar docente: limites e possibilidades para a felicidade do professor no trabalho. Acta Scientiarum. Education. Maringá, v. 36, n. 2, p. 323-331, 2014.

ROMANELLI, Nancy. A questão metodológica na produção Vigotskiana e a dialética marxista. Psicologia em Estudo. Maringá, v. 16, n. 2, p. 199-208. abr/jun. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pe/v16n2/a03v16n2.pdf. Acesso em: 04 abr. 2019.

SAMPAIO, Flávia Alves. Gordofobia: as vozes da opressão no gênero piada. Campina Grande, 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras - com habilitação em Língua Portuguesa) - Universidade Estadual da Paraíba, 2018.

SCUTTI, Carmen Sylvia. et al. O enfrentamento do adolescente obeso: a insatisfação com a imagem corporal e o bullying. Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, v. 16, n. 3, p. 130-133. 2014. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/RFCMS/article/view/15188. Acesso em:10 maio 2018.

SILVA, Milena Oliveira da. Corpo, cultura e obesidade: desenvolvimento de posicionamentos dinâmicos de si em mulheres submetidas à gastroplastia. 2017. Tese (Doutorado em Processos de desenvolvimento humano e saúde Instituição de Ensino) - Universidade de Brasília, Brasília, 2017.

SILVA, Karla Costa. et al. Bullying e depressão no contexto da adolescência: uma revisão sistemática. In: COUTINHO, Maria da Penha Lima. (org). A psicologia e sua interface com a saúde. João Pessoa: Editora IESP, 2017.

TULESKI, Silvana Calvo; CHAVES, Marta; LEITE, Hilusca Alves. (orgs). Materialismo histórico dialético como fundamento da psicologia histórico-cultural: método e metodologia de pesquisa. Maringá: Eduem, 2015.

URT, Sônia da Cunha; PEREIRA, Clarice Simão. Educação escolar e aprendizagem na sociedade capitalista. Educativa. Goiânia, v. 15, n. 2, p. 173-190, jul/dez, 2015.

VALIM, Claudinéia Cristina. Moda plus size em governamentalidade: (in)visibilidades sobre o corpo da mulher gorda na contemporaneidade brasileira. 2017. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2017.

VIGOTSKY, Lev Semenovich. LURIA, Alexander Romanovich. Estudos sobre a história do comportamento: o macaco, o primitivo e a criança. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.

VIGOTSKY, Lev Semenovich. Pensamento e Linguagem. Trad. Nélson Jahr Garcia. Edição Ridendo Castigat Mores. 2005.

Downloads

Publicado

2021-05-28

Como Citar

Souza, V. C. da S., & Gonçalves, J. P. (2021). GORDOFOBIA NO ESPAÇO ESCOLAR: UMA ANÁLISE HISTÓRICO-CULTURAL. Revista Ciências Humanas, 14(1). https://doi.org/10.32813/2179-1120.2021.v14.n1.a701

Edição

Seção

Artigo Original