CANNABIS E DESENVOLVIMENTO

mudanças sociais, políticas e econômicas no mercado da maconha

Autores

DOI:

https://doi.org/10.32813/2179-1120.2020.v13.n3.a667

Palavras-chave:

Cannabis. Mudanças sociais. Desenvolvimento. Mercado. Maconha.

Resumo

Este trabalho parte do objetivo de fazer uma discussão teórica e analítica sobre as relações que envolvem os eixos do Estado, da economia e da sociedade no processo de desenvolvimento de um mercado da cannabis para seus diversos usos sociais. Elaborando um modelo típico ideal, tal análise aplicará ao material empírico algumas generalizações para testar seus encaixes na realidade, sem surgir sob a forma específica da realidade. Desta forma, faz-se uma discussão teórica sobre as relações entre o processo de mudanças sociais e desenvolvimento socioeconômico. Além disso, são analisadas algumas relações entre cannabis, Estado e sociedade, buscando enfatizar os possíveis desenvolvimentos morais, sociais e políticos inerentes a esse processo. Ainda, discute-se a relação entre cannabis e economia, analisando as expectativas relacionadas a inovações, investimentos, mercados e emprego. Em vista disso, sustenta-se a hipótese base de que as mudanças e os desenvolvimentos sociais, políticos e econômicos atrelados às demandas dos usos sociais de maconha, tanto quantitativos quanto qualitativos, estão em relação direta com a formação de valores, normas e direitos sociais, isto é, com a formação de uma moralidade que transforme as demandas e as ofertas intrínsecas aos diferentes usos socais de cannabis em relações normais para as sociedades.

 

Metrics

Carregando Métricas ...

Referências

ALT, A.; REINHARDT, G. “Positive cannabis results in urine and blood samples after consumption of hemp food products”. In: Journal of analytical toxicology, v. 22, n. 1, p. 80-81, 1998.

BARROS, André; PERES, Marta. “Proibição da maconha no Brasil e suas raízes históricas escravocratas”. Periferia, v. 3, n. 2, 2012.

BRASIL. Lei Nº 11.343, de 23/08/2006. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/ ccivil_03/_ato2004-2006/2006/lei/l11343.htm>. Acesso em 05/10/2019.

CARDOSO, Fernando Henrique; FALETTO, Enzo. “Dependência e desenvolvimento na América Latina”. In: BIELCHOWSKY, R. Cinqüenta anos de pensamento na CEPAL. Rio de Janeiro: Record/CEPAL, 2000-v. 2, p. 495-519, 2000.

CARLINI, Elisaldo Araújo. “A história da maconha no Brasil”. Jornal brasileiro de psiquiatria, v. 55, n. 4, p. 314-317, 2006.

CARNEIRO, Henrique. “As drogas: objeto da Nova História”. Revista USP, n. 23, p. 84-91, 1994.

CASTRO, Marco Vinicius de. Redes morais: um estudo exploratório sobre a solidariedade inerente ao cultivo caseiro de maconha para uso social recreativo. 184 f. 2019. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Juiz de Fora, Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, Juiz de Fora, 2019.

DEELEY, Marc R. “Could cannabis provide an answer to climate change?”. In: Journal of Industrial Hemp, v. 7, n. 1, p. 133-138, 2002.

ESCOBAR, Arturo. Encontering development: the making and the unmaking of the third world. Princeton: Princeton University Press, 1995.

FRAGA, Paulo Cesar Pontes. Plantios ilícitos no Brasil: notas sobre a violência e o cultivo de cannabis no polígono da maconha. Cadernos de Ciências Humanas-Especiaria, v. 9, n. 15, p. 95-118, 2006.

GERSCHENKRON, Alexander. O atraso econômico em perspectiva histórica e outros ensaios. Contraponto Editora Ltda., 2015.

GOFFMAN, Erving. Estigma: notas sobre a manipulação da identidade deteriorada. E-book, 2004. Disponível em <https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/3245337/mod_ resource/content/1/GOFFMAN%2C%20E.%20Estigma%20notas%20sobre%20a%20manipula%C3%A7%C3%A3o%20da%20identidade%20deteriorada..pdf> Acesso em 13/02/2018.

HONNETH, Axel. Luta por reconhecimento: a gramática moral dos conflitos sociais. São Paulo: Editora 34, 2003.

KEYNES, John Maynard. A teoria geral do emprego, do juro e da moeda. São Paulo: Atlas, 1982.

POTTER, David J. “A review of the cultivation and processing of cannabis (Cannabis sativa L.) for production of prescription medicines in the UK”. In: Drug testing and analysis, v. 6, n. 1-2, p. 31-38, 2014.

REHMAN, Muhammad Saif Ur et al. “Potential of bioenergy production from industrial hemp (Cannabis sativa): Pakistan perspective”. In: Renewable and sustainable energy reviews, v. 18, p. 154-164, 2013.

SAAD, Luísa G. “Fumo de negro”: a criminalização da maconha no Brasil (c. 1890-1932). 139 f. 2013. Dissertação (Mestrado em História)–Universidade Federal da Bahia, Programa de Pós-Graduação em História Social, Salvador, 2013.

SCHUMPETER, Joseph Alois. Teoria do desenvolvimento econômico: uma investigação sobre lucros, capital, crédito, juro e o ciclo econômico. São Paulo: Abril Cultural, 1982.

WEBER, Max. Economia e sociedade: fundamentos da sociologia compreensiva. v. 1. Brasília: UnB, 2009.

Downloads

Publicado

2020-12-21

Como Citar

1.
Castro M. CANNABIS E DESENVOLVIMENTO: mudanças sociais, políticas e econômicas no mercado da maconha. RCH [Internet]. 21º de dezembro de 2020 [citado 20º de janeiro de 2021];13(3). Disponível em: https://www.rchunitau.com.br/index.php/rch/article/view/667