DIÁLOGOS ARTÍSTICOS NO FOMENTO À LEITURA LITERÁRIA:

CARTOGRAFIAS DAS PRÁTICAS DE LETRAMENTO E FORMAÇÃO LEITORA NA OFICINA “LITERATURA E OUTRAS ARTES”

Autores

DOI:

https://doi.org/10.32813/2179-1120.2020.v13.n1.a597

Resumo

Ao conceber a literatura como meio de representação e de compreensão do eu e do mundo, entende-se que o cruzamento dessa arte com outras linguagens artísticas pode corroborar um espaço formativo ainda mais plural, no que tange a formação dos sujeitos, dentro ou fora do ambiente escolar. Nesse sentido, este trabalho objetiva compreender como o diálogo da literatura com outras artes pode constituir um espaço formativo de fomento à leitura literária e quais suas implicações na formação leitora do sujeito. Os relatos aqui apresentados foram tecidos a partir da aplicação da oficina “Literatura e Outras Artes”, na Casa Santa Luzia, em Jacobina/BA, produto do componente curricular Estágio Supervisionado II, da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) – Campus IV. A metodologia utilizada foi a Cartografia, pautada na abordagem qualitativa, num movimento de intervenção e pesquisa concomitantemente. A Cartografia – como metodologia de pesquisa emergente no campo social e aplicada em contextos de investigação na área da Educação – permitiu-nos mapear os processos formativos dos sujeitos participantes das oficinas aplicadas, no que tange aos conhecimentos literários e à sua formação leitora. A abordagem teórica está imersa nos estudos de Paulo Freire (1989), Rildo Cosson (2012), Roxane Rojo (2009), dentre outros, para discutir, respectivamente: O ato de ler; letramento literário; multiletramentos e múltiplas linguagens. Os resultados reverberam a relevância do diálogo da literatura com outras artes no fomento a leitura literária e processos formativos do sujeito, assim como compreender as vivências e experiências dos participantes desta pesquisa com a leitura e literatura.

Biografia do Autor

Luciano Santos Xavier, Universidade do Estado da Bahia (UNEB) - DCH - Campus IV

Graduando em Letras, Língua Portuguesa e Literaturas pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB, Campus IV, Jacobina-BA e membro do grupo de pesquisa em Linguagem, Estudos Culturais e Formação do Leitor (LEFOR).  

Mylena Cerqueira da Silva, Universidade do Estado da Bahia (UNEB) - DCH - Campus IV

Graduanda em Letras, Língua Portuguesa e Literaturas pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB, Campus IV, Jacobina-BA.

Ivânia Silva Mota Araújo, Universidade do Estado da Bahia (UNEB) - DCH - Campus IV

Graduanda em Letras, Língua Portuguesa e Literaturas pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB, Campus IV, Jacobina-BA.

Antenor Rita Gomes, Universidade do Estado da Bahia (UNEB) - DCH - Campus IV

Doutorado em Educação pela Universidade Federal da Bahia e Pós-Doutorado em Educação pela Universidade de Cádiz – Espanha (2014). Professor Titular da Universidade do Estado da Bahia– UNEB – Campus IV e docente do Mestrado Profissional em Educação e Diversidade – MPED/UNEB – Jacobina.

Downloads

Publicado

2020-04-30