VISÃO DE ALUNOS E PROFESSORES SOBRE MELHORIAS NA EDUCAÇÃO: PESQUISA DE CAMPO EM ESCOLAS PÚBLICAS MUNICIPAIS DE UMA CIDADE SUL MINEIRA

  • Fabrício Pelloso Piurcosky Centro Universitário do Sul de Minas UNIS-MG
  • Guaracy Silva Centro Universitário do Sul de Minas UNIs-MG.
  • Nilton dos Santos Portugal Centro Universitário do Sul de Minas UNIS-MG.
  • Celso Augusto dos Santos Gomes Centro Universitário do Sul de Minas UNIS-MG.
  • Sheldon William Silva Centro Universitário do Sul de Minas UNIS-MG.
Palavras-chave: Educação, Escola Pública, Ensino-Aprendizagem, Metodologias Ativas.

Resumo

Este trabalho analisa a percepção de alunos e professores de uma cidade sul mineira quanto à educação oferecida e os modelos vigentes. Tal abordagem se faz necessária pelo fato da nota do IDEB no município ter sofrido uma queda desde o censo de 2011. O propósito deste estudo é investigar, a partir da percepção dos alunos e professores, os principais motivos que podem ter provocado os resultados atuais dos testes de proficiência. Este propósito é alcançado a partir da fundamentação teórica e mediante uma pesquisa de campo com alunos da 4ª série/5° ano à 8ª série/9° ano e professores da rede pública municipal de ensino. A análise evidenciou que grande parte dos alunos está interessada em frequentar a escola com a expectativa de uma melhoria de vida e melhores fontes de trabalho. Mostrou também que vários fatores influenciam o processo de ensino aprendizagem: corpo docente, metodologia de ensino, gestão escolar, estrutura física e suporte familiar. 

Biografia do Autor

Fabrício Pelloso Piurcosky, Centro Universitário do Sul de Minas UNIS-MG
Bacharel em Ciências da Computação, mestre em Engenharia Elétrica e doutorando em Administração. Professor do UNIS-MG e Chefe do Departamento de Pesquisa do UNIS/MG.
Guaracy Silva, Centro Universitário do Sul de Minas UNIs-MG.
Doutor em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP (2015) tendo realizado estágio sanduíche na Universidade de Lisboa (2013). Possui graduação em Administração de Empresas pela Sociedade Riopretense de Ensino e Educação (1996) e mestrado em Administração pelo Centro Universitário de Franca - UNIFACEF (2005). Professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Gestão e Desenvolvimento Regional do UNIS-MG.
Nilton dos Santos Portugal, Centro Universitário do Sul de Minas UNIS-MG.
Administrador, mestre e doutor em Administração. Professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Gestão e Desenvolvimento Regional do UNIS-MG.
Celso Augusto dos Santos Gomes, Centro Universitário do Sul de Minas UNIS-MG.
Doutor em Educação. Professor Titular do UNIS/MG e do Programa de Pós-Graduação em Gestão e Desenvolvimento Regional.
Sheldon William Silva, Centro Universitário do Sul de Minas UNIS-MG.
Administrador, mestre e doutorando em Administração pela UFLA. Professor e pesquisador do UNIS-MG.

Referências

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Atividade Legislativa. Art. 211, Texto compilado até a Emenda Constitucional nº 64 de 04/02/2010. Disponível em: <http://www.senado.gov.br/atividade/const/con1988/con1988_04.02.2010/art_211_.asp>. Acesso em: 11 nov. 2017.

BRASIL, Ministério da Educação. Como é feita a divisão dos recursos distribuídos pelo Fundeb? 2016. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/pet/128-perguntas-frequentes-911936531/fundeb-1960787641/146-como-e-feita-a-divisao-dos-recursos-distribuidos-pelo-fundeb>. Acesso em: 11 nov. 2017.

CÓRIA-SABINI, M. A. Psicologia do desenvolvimento. São Paulo: Ática 1998.

CURY, C. R. J. A educação básica no Brasil. Educação e Sociedade, v. 23, n. 80, p. 168-200, 2002.

DESSEN, M. A.; POLONIA, A. C. A família e a escola como contextos de desenvolvimento humano. Paidéia, v. 17, n. 36, 2007.

FERNANDES, R. Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB): metas intermediárias para a sua trajetória no Brasil, estados, municípios e escolas. Brasília: INEP, 2009. Disponível em:

<http://download.inep.gov.br/educacao_basica/portal_ideb/o_que_sao_as_metas/Artigo_projecoes.pdf>. Acesso em: 28 jan. 2019.

GOMES, U. D.; VASQUES, L. V.; SILVA, S. W. O contexto da educação a distância no Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal. EaD & Tecnologias Digitais na Educação, v. 5, n. 7, p. 53-63, 2017.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. IBGE-Cidades. 2017. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mg/eloi-mendes/panorama Acesso em 11 dez. 2017.

INOVEDUC, Folha dirigida. O que são metodologias ativas de ensino? 2017. Disponível em: http:/inoveduc.com.br/o-que-e/o-que-sao-metodologias-ativas/>. Acesso em: 12 dez. 2017.

LEÃO, D. M. M. Paradigmas contemporâneos de educação: escola tradicional e escola construtivista. Cadernos de pesquisa, v. 107, p. 187-206, 1999.

LÓPEZ, I. S. Educação na família e na escola: o que é, como se faz? 2.ed. São Paulo: Editora Loyola, 2009.

MORAN, J. M. A educação que desejamos novos desafios e como chegar lá. Campinas: Papirus, 2007.

NÓVOA, A. Educação 2021: para uma história do futuro. In: CATANI, D. B.; GATTI JÚNIOR, D. (Org.). O que a escola faz? Elementos para a compreensão da vida escolar. Uberlândia: Edufu, 2015. p. 51-69.

OLIVEIRA, C.; GANZELI, P. Relações intergovernamentais na educação: fundos, convênios, consórcios públicos e arranjos de desenvolvimento da educação. Educ. Soc., v. 34, n. 125, Campinas-SP. p. 1031-1047, Out./Dez. 2013.

PANTELIADES, D. Por que a escola deve se aproximar dos interesses dos alunos? Belo Horizonte, 2015. Disponível em: <http://appprova.com.br/por-que-a-escola-deve-se-aproximar-dos-interesses-dos-alunos/>. Acesso em: 29 nov. 2017.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3 ed. São Paulo: Atlas, 1999.

SAMPAIO, S. A importância da parceria família-escola no processo de ensino aprendizagem. Revista Brasileira de Educação e Saúde, v. 5, n. 2, p. 39-45, abr.-jun. 2015. Disponível em: . Acesso em: 27 fev. 2018.

VERGARA, S. C. Projeto e relatórios de pesquisa em administração. São Paulo: Atlas Editora, 2003.

VILLANI, M.; OLIVEIRA, D. A. Avaliação Nacional e Internacional no Brasil: os vínculos entre o PISA e o IDEB. Educ. Real, vol. 43, nº 4, Porto Alegre, Oct./Dec. 2018, p. 1343-1362.

Publicado
2019-04-30