A COOPERAÇÃO COMO CATEGORIA IDEOLÓGICA NA FORMAÇÃO DO LICENCIADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NA CONDUÇÃO DE ATITUDES AGRESSIVAS NO ENSINO FUNDAMENTAL

Paloma Cathilyne Justen, Alvori Ahlert

Resumo


O estudo teve como tema a cooperação e as atitudes agressivas. O objetivo geral do estudo foi verificar se durante as aulas de educação física,sustentada na ideologia cooperativa, existem atitudes agressivas, em escolas públicas municipais de Marechal Cândido Rondon - PR. A pesquisa foi descritiva e os sujeitos do estudo foram aulas de Educação Física com alunos e alunas 4º e 5º anos do Ensino Fundamental. A metodologia foi um estudo de caso realizado através da observação direta durante as aulas eentrevista semiestruturada com a docente das turmas observadas. Os resultados encontrados, a partir das observações, confirmaram a diminuição significativa das atitudes agressivas durante as aulas de Educação Física a partir do trabalho da cooperação como atitude permanente durante as aulas. Concluiu-se que a ideologia da cooperação como instrumento didático-pedagógico permanente, diminui as atitudes agressivas durante as aulas de educação física.


Palavras-chave


Ideologia. Cooperação. Licenciado em Educação Física. Formação profissional.

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, J. D. Jogos cooperativos. São Paulo: Phorte, 2004.

AMOP – Associação dos Municípios do Oeste do Paraná. Currículo básico para a escola pública municipal. Cascavel: Assoeste, 2007.

ANDRÉ, M. D. A., Etnografia da prática escolar. Campinas: Papirus, 2004.

BEE, H. A criança em desenvolvimento. 7ª ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.

BOCK, A. M. B.; FURTADO, O.; TEIXEIRA, M. l. T. Psicologias:uma introdução ao estudo da psicologia. 8 ed. São Paulo: Editora Saraiva, 1995.

BRANDL, C. E. H; BRANDL NETO, I. Uma proposta pedagógica pautada na cooperação. Editora CRV: Curitiba, 2013.

BRANDL NETO, I. Educação física escolar e o desenvolvimento da atitude cooperativa nos anos iniciais do ensino fundamental. São Paulo, 2012.

BROTTO, F. O. Jogos cooperativos. O jogo e o esporte como um exercício de convivência. Editora Projeto cooperação: Santos, 2001.

________. Jogos cooperativos – o jogo e o esporte como um exercício de convivência. 2ª edição - São Paulo: Projeto cooperação, 2002.

________. Jogos cooperativos. Santos: Projeto cooperação, 2003.

CHAUÍ, M. Manifestações ideológicas do autoritarismo brasileiro. Belo Horizonte: Autêntica, 2013. , 294 p.

DIAS, K. P. Educação Física x violência: uma abordagem com os meninos de rua. Rio de Janeiro: Sprint, 1996.

FERNANDEZ, I. Prevenção da violência e solução de conflitos: o clima escolar como fator de qualidade. São Paulo: Madras, 2005.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FROMM, E. Anatomia da destrutividade humana. 2ª edição. Rio de Janeiro: Zahar editores, 1979.

GALLARDO, Jorge Sergio Pérez. Educação física: contribuições à formação profissional. Ijuí: Unijuí, 2009.

GIL, A. C. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 2ª edição –São Paulo: Atlas, 1999.

MARQUES, Mario Osório. A aprendizagem na mediação social do aprendido e da docência. Ijuí: UNIJUÍ, 1995.

OLIVEIRA, M. M. Como fazer pesquisa qualitativa. Petrópolis: Vozes, 2008.

ORLICK, T. Vencendo a competição. São Paulo: Círculo do Livro, 1989.

PAPALIA, D.E; OLDS, S.W. Desenvolvimento humano. 7ª edição. São Paulo: Artmed, 2000.

SOARES, J. G. MENDES, J. V. ANTÃO, S. M. MOURA, R. W. S. SILVA, V. P. Causas atribuídas a agressividade pelos educadores: um estudo na Escola Municipal Brisa Nunes Braz. 2004. Disponível em: http://www.psicopedagogia.com.br/artigos/artigo.asp?entrID=609Acesso em: 15/09/2014.

SOLER, R. Brincando e aprendendo com os jogos cooperativos. 2ª edição – Rio de Janeiro: Sprint, 2005.

________. Brincando e aprendendo com os jogos cooperativos. 2ª edição – Rio de Janeiro: Sprint, 2008.

________. Esporte cooperativo: uma proposta para além das quadras e campos e pátios. Rio de Janeiro: Sprint, 2009.

SOUSA, P. M. L. Agressividade em contexto escolar. Disponível em: http://www.psicologia.pt/artigos/textos/A0261.pdf Acesso em: 15/09/2014.

TAFFAREL, Celi Zülke, et. all. Uma proposição de diretriz curricular para a formação de professores de educação física. In: HILDEBRANT-STRAMANN, Reiner; TAFFAREL, Celi Zülke. (Org.). Currículo e educação física: formação de professores e prática pedagógica nas escolas. Ijuí: Unijuí, 2007, p. 41-90.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.