SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL ENTRE OS ANOS 1930 E 1980: contextos e convergências

  • Rodrigo Lessa Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano - IF Baiano
Palavras-chave: Sociologia da Educação.História das Ciências Sociais. Ensino Público.

Resumo

Entre a publicação do Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova, em 1932, passando pela renovação científica de 1950-60, quando se aprofundaram os debates sobre a importância do caráter científico e empírico das pesquisas em educação, até o período de avaliação das reformas realizadas pelos governos militares entre os anos 1970 e 1980, uma série de observações, análises e soluções distintas para os problemas sociais da educação brasileira. O caráter universal da educação, sua problematização como um processo social e a avaliação crítica do papel da educação nas relações de dominação da sociedade capitalista perpassaram a produção de autores como Fernando Azevedo, Florestan Fernandes, Antônio Cândido, Bárbara Freitag e Luiz Antônio Cunha. Neste estudo, procuramos retomar aspectos da produção sociológica sobre o tema da educação no Brasil, pontuando alguns dos principais autores que, em contextos diferentes, convergiram suas reflexões para os possíveis caminhos e transformações que a educação brasileira viveu durante o século XX.

Biografia do Autor

Rodrigo Lessa, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano - IF Baiano
Doutor em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia - UFBA. Membro do Núcleo de Estudos Ambientais e Rurais - NUCLEAR, com sede na Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - FFCH da UFBA. Professor EBTT do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano - IF Baiano. Autor do livro O Conflito Social no Campo no Cinema Documentário Brasileiro: luta de classes e representação fílmica (2016) e um dos organizadores de Cinema Documentário Brasileiro em Perspectiva (2013).

Referências

ECKERT, Clarissa Baeta Neves. Estudos sociológicos sobre educação no Brasil. In.: MICELI (org.). O que ler na ciência social brasileira: 1970-2002. Vol. 4. São Paulo: Sumaré, 2002.

AZEVEDO, Fernando de [et. all]. Manifestos dos pioneiros da Educação Nova (1932) e dos educadores 1959. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, Massangana, 2010.

CUNHA, Luiz Antônio. “Educação e Sociedade no Brasil”. Boletim Informativo e Bibliográfico de Ciências Sociais, n. 11, pp. 1 - 64, Rio de Janeiro, 1981.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação e desenvolvimento social no Brasil. Rio de Janeiro: F. Alves, 1977.

FERNANDES, Florestan. In: FORACCHI, Marialice, PEREIRA, Luiz. Educação e Sociedade. Sao Paulo: Companhia Editora Nacional, 1971.

FREITAG, Bárbara. Escola, Estado e sociedade. São Paulo: Moraes, 1980.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação e Sociedade no Brasil. São Paulo: Dominus/EDUSP, 1966

CÂNDIDO, Antonio. Tendências no Desenvolvimento da Sociologia da Educação. In.: FORCHI, M aria Alice; PEREIRA, Luiz. Educação e Sociedade: leituras de sociologia da educação. São Paulo: Editora Nacional, 1973.

Publicado
2019-04-30