ENVELHECIMENTO ATIVO E CONDIÇÕES DE VIDA EM CIDADES DO INTERIOR PAULISTA: UM OLHAR PARA OS INDICADORES DO SISAP/IDOSO

FERNANDA F ZANIN DE OLIVEIRA AQUINO, LEDA NARDI, MARLUCE AUXILIADORA BORGES GLAUS LEAO

Resumo


Este artigo aborda as condições de vida da pessoa idosa nos municípios de Lorena e São Luiz do Paraitinga, situados na região do Vale do Paraíba Paulista. Apresenta as características de cada um dos municípios, evidenciando aspectos do desenvolvimento socioeconômico. Como a longevidade é um fenômeno de destaque nos últimos anos em diferentes áreas de pesquisa, há carência de estudos sobre as necessidades apresentadas pelo novo perfil de pessoas idosas, população cada vez mais crescente na sociedade. O objetivo desta pesquisa foi caracterizar as condições de vida de idosos de dois municípios paulistas e discuti-las em relação às políticas sociais vigentes. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, realizada em outubro de 2016, que utilizou como fonte as informações mais recentes do Sistema de Indicadores de Saúde e Acompanhamento de Políticas do Idoso (SISAP-Idoso), uma base de dados secundários, que conjuga informações oficiais sobre essa população, inclusive as condições de vida do idoso e suas relações com a família e com a sociedade. Os dados foram extraídos por dimensão, sistematizados por município e, posteriormente, comparados, para fins de análise. No levantamento realizado, verificou-se que, em ambos os municípios, os idosos apresentam condições de vida semelhantes em relação aos índices pesquisados.


Palavras-chave


Idosos; Envelhecimento Ativo; Condições de vida urbana

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, A. M. Os idosos, as redes de relações sociais e as relações familiares. In: NERI, A. L. (Org.) Idosos no Brasil: Vivências, desafios e expectativas na terceira idade. Fundação Perseu Abramo – Edições SESC, SP, 2007.

AREOSA, S. V. C. BULLA, L. C. Novas configurações familiares a partir do idoso como provedor. In: III Mostra de pesquisa e pós-graduação PUCRS. Rio Grande do Sul, 2008.

ÀRIES, P. História Social da Criança e da Família. Rio de Janeiro: LTC – Livros Técnicos e Científicos. 1981.

BANDEIRA, L; MELO, H. P; PINHEIRO, L. S. Mulheres em dados: o que informa a PNAD/ IBGE, 2008. In: Observatório Brasil da Igualdade de Gênero, julho, 2010, p. 107- 119.

BERQUÓ, E. Considerações sobre o envelhecimento da população no Brasil. In: NERI. A. L., DEBERT. G. G (orgs). Velhice e sociedade. Campinas-SP: Papirus, 1999.

BOSI, E. Memória e Sociedade: Lembranças de velhos. 3ª. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. 1988. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2016.

BRASIL. Lei nº 10.741, de 1 de outubro de 2003. Dispõe sobre o Estatuto do Idoso e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2016.

BRASIL. Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Direito à moradia adequada. – Brasília: Coordenação Geral de Educação em SDH/PR, Direitos Humanos, Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, 2013. Disponível em: . Acesso em: 09 out. 2016.

BRASIL. Sistema de Indicadores de Saúde e Acompanhamento de Políticas do Idoso (SISAP –Idoso). Disponível em: . Acesso em: 07 out. 2016.

CAMARANO, A. A. Novo regime demográfico: uma nova relação entre população e desenvolvimento? Rio de Janeiro: IPEA, 2014.

COUTO, M. C. P. P. Fatores de Risco e de Proteção na Promoção de Resiliência no Envelhecimento (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal do Rio Grande Do Sul - Instituto de Psicologia - Programa de Pós-Graduação em Psicologia. Porto Alegre, 2005.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Estudos e Pesquisas Informação Demográfica e Socioeconômica número 27: Síntese de Indicadores Sociais Uma Análise das Condições de Vida da População Brasileira 2010. Rio de Janeiro, 2010.

INOUYE, K. BARHAM, E. J., PEDRAZZANI, E. S.; PAVARINI, S. C. I. Percepções de Suporte Familiar e Qualidade de Vida entre Idosos Segundo a Vulnerabilidade Social. Revista Psicologia: Reflexão e crítica. v. 23, n. 3. 2001. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/prc/v23n3/19.pdf>. Acesso em: 10 out. 2016

KUCHEMANN, B.A. Envelhecimento populacional, cuidado e cidadania: velhos dilemas e novos desafios. Revista Sociedade e Estado - Volume 27 Número 1 - Janeiro/Abril 2012.

MENDES, M.R.S.S.B. et al. A situação social do idoso no Brasil: uma breve consideração. Revista Acta Paul Enferm. São Paulo. V. 18, n. 4, 422-426, 2005. Disponível em:. Acesso em: 09 out. 2016.

NERI, A.L.; Conceitos e teorias sobre o envelhecimento. Neuropsicologia do envelhecimento [recurso eletrônico]: uma abordagem multidimensional – Leandro F. Malloy-Diniz; Daniel Fuentes, Ramon M. Cosenza – Dados eletrônicos. – Porto Alegre: Artmed, 2013.

NERI, M. C. Renda, consumo e aposentadoria: evidências, atitudes e percepções. In: NERI, A. L. (Org.) Idosos no Brasil: Vivências, desafios e expectativas na terceira idade. Fundação Perseu Abramo – Edições SESC, SP, 2007.

OMS/WHO (2005). Envelhecimento ativo: uma política de saúde/ World Health Organization; tradução Suzana Gontijo. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde, 2005.

PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO (PNUD). Sustentar o progresso humano: reduzir as vulnerabilidades e reforçar a resiliência. New York, 2014.

PONTES, P. A. G. In: PINHEIRO, Naide Maria. (Coord.) Estatuto do Idoso Comentado. Campinas: Servanda, 2012.

SANTOS, D.L. Condilões de vida, acesso e utilização dos serviços de saúde do município de Camaquâ, RS: contribuições ao estudo dos determinantes sociais da saúde. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal do Rio Grande Do Sul – Escola de Enfermagem. Porto Alegre, 2009.

SCHUMANN, L.R.M.A.; MOURA, L.B.A. Índices sintéticos de vulnerabilidade: uma revisão integrativa de literatura. Ciência & Saúde Coletiva, v. 20, n. 7, p. 2105-2120, 2015.

SOUSA, A. M. V. de. O idoso na família e na sociedade. In: NASCIMENTO, G. A. F.; RAMPAZZO, L. (Org.) Biodireito, ética e cidadania. Taubaté: Cabral, 2003.

___________ Tutela Jurídica do Idoso: a assistência e a convivência familiar. Campinas: Alínea, 2004.

___________ O idoso na legislação brasileira. In: NUNES JUNIOR, Flávio Martins; NASCIMENTO, Grasiele Augusta Ferreira. (Org.) O Direito e a Ética na Sociedade Contemporânea. Campinas: Alínea, 2006.

ZANON, R.R.; MORETTO, A.C.; RODRIGUES, R.L. Envelhecimento populacional e mudanças no padrão de consumo e na estrutura produtiva brasileira. Revista brasileira de Estudos Populacionais, Rio de Janeiro, v. 30, Sup., p. S45-S67, 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.